Número total de visualizações de página

quinta-feira, 13 de maio de 2010

QUINTA-FEIRA DA ASCENÇÃO (DIA DA ESPIGA)


Hoje é dia da espiga. Quando cheguei a rua vi pessoas a vender o ramo chamado (ramo da a espiga), lembro-me de antigamente ir ao campo colher estas plantas era uma alegria para as crianças. Hoje quero aqui deixar este testemunho para não deixar cair no esquecimento o que antigamente era considerado um dos dias mais santos do ano.

O Dia da espiga ou Quinta-feira da espiga é celebrado no dia da Quinta-feira da Ascensão com um passeio matinal, em que se colhe espigas de vários cereais, flores campestres e raminhos de oliveira para formar um ramo, a que se chama de espiga. Segundo a tradição o ramo deve ser colocado por detrás da porta de entrada, e só deve ser substituído por um novo no dia da espiga do ano seguinte.

As várias plantas que compõem a espiga têm um valor simbólico profano e um valor religioso. Crê-se que esta celebração tenha origem nas antigas tradições pagãs e esteja ligada à tradição dos Maios e das Maias.

Na minha aldeia antigamente o dia da espiga era também o "dia da hora" e considerado "o dia mais santo do ano", um dia em que não se devia trabalhar. Era chamado o dia da hora porque havia uma hora, o meio-dia, em que em que tudo parava, "as águas dos ribeiros não correm, o leite não coalha, o pão não leveda e as folhas se cruzam". Era nessa hora que se colhiam as plantas para fazer o ramo da espiga e também se colhiam as ervas medicinais. Em dias de trovoadas queimava-se um pouco da espiga no fogo da lareira para afastar os raios.
A simbologia por detrás das plantas que formam o ramo de espiga:


• Espiga – pão;
• Malmequer – ouro e prata;
• Papoila – amor e vida;
• Oliveira – azeite e paz;
• Videira – vinho e alegria e
• Alecrim – saúde e força.

2 comentários:

Helena Teixeira disse...

Olá Eugénia!
Em França, foi feriado...ha gente com sorte,lol...
Então, por onde anda a menina que não a tenho visto...
Está um sol tão lindo, dá vontade de estar lá fora em vez das 4 paredes de 1 escritório. Pena não dar para ir todos os dias a praia...fica a 40 min. (Aveiro). Sei que Sintra tem praias lindas,a Eugénia está perto de alguma?

Jocas gordas
Lena

P.S.: não se esqueça: formulário preenchido até dia 2/06. Sem atrasos, senão ai ai essas orelhas...e também os das meninas e menino que me citou no mail.

Sandra disse...

ola, mais uma vez estou aqui..
APROVEITO PARA CONVIDAR A TODOS A VIM ATÉ A INTERAÇÃO DE AMIGOS
http://sandrarandrade7.blogspot.com/ E CONFERIR UM POUCO MAIS DESSE MOMENTO HISTÓRICO. VENHA VISITAR JARAGUÁ DO SUL-SC- BRASIL-
SERÁ UM GRANDE PRAZER EM TE RECEBER POR LÁ.
TEM MAIS DOIS MUSEUS QUE ESTAM LÁ POSTADO. VAMOS VISITAR??
VOU TE ESPERAR.
]CARINHOSAMENTE.
SANDRA

A MINHA ALDEIA

" Da minha aldeia vejo quando da terra se pode ver no Universo....
Por isso a minha aldeia é grande como outra qualquer
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não do tamanho da minha altura...

Nas cidades a vida é mais pequena
Que aqui na minha casa no cimo deste outeiro.
Na cidade as grandes casas fecham a vista a chave,
Escondem o horizonte, empurram nosso olhar para longe de todo o céu,
Tornam-nos pequenos porque nos tiram o que os nossos olhos nos podem dar,
E tornam-nos pobres porque a única riqueza é ver. "
Alberto Caeiro, em "O Guardador de Rebanhos"