Número total de visualizações de página

domingo, 28 de junho de 2009

REGIONALISMO GOENSE - OCTAGÉSIMO ANIVERSÁRIO.

Já foi publicado em vários jornais e blogs, mas não posso deixar de falar um pouco sobre as comemorações do octagésimo aniversário do regionalismo goiense, que ocorreram na Casa do Concelho de Góis.

Assim, no âmbito das mesmas ocoreu no passado dia 23 de Março as festividades representativas da Freguesia de Góis, com as quais se concluiu o ciclo de homenagem à efeméride do octagésimo aniversário do regionalismo goiense, tendo nelas participado o povo das cinco freguesias do concelho.
Após as varias figuras presentes terem falado sobre o regionalismo, dos novos projectos, da história do nosso concelho etc., foi a vez de se ouvir um pouco de musica entre os quais não podia deixar de haver as concertinas. Quem veio representar esta freguesia foi o Sr. Acácio Bandeira de Cortecega (meu padrinho) o outro era o Sr. Luciano da Folgosa que a todos brindaram com as suas musicas, abrindo o apetite aos saborosos petiscos da nossa região.

Bem Hajam a todos os que se empenharam para que todo isto fosse possivel


Sem comentários:

A MINHA ALDEIA

" Da minha aldeia vejo quando da terra se pode ver no Universo....
Por isso a minha aldeia é grande como outra qualquer
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não do tamanho da minha altura...

Nas cidades a vida é mais pequena
Que aqui na minha casa no cimo deste outeiro.
Na cidade as grandes casas fecham a vista a chave,
Escondem o horizonte, empurram nosso olhar para longe de todo o céu,
Tornam-nos pequenos porque nos tiram o que os nossos olhos nos podem dar,
E tornam-nos pobres porque a única riqueza é ver. "
Alberto Caeiro, em "O Guardador de Rebanhos"